Insights sobre um espetáculo teatral servem para o cotidiano corporativo – Por Claudio Nasajon

Ontem assisti à peça “Tem um Psicanalista na nossa cama”, de João Bethencourt e tive a oportunidade de entrevistar a Diretora Gláucia Rodrigues.

Vários insights sobre direção de um espetáculo teatral servem perfeitamente ao cotidiano corporativo. Veja o vídeo.

#1 Quando você começa a fazer, os problemas aparecem

Não existe empreendimento sem incidentes e, quando eles acontecem, não adianta chorar ou reclamar, tem que resolver!

#2 O Gestor é a voz do Autor para os Atores

Os diversos níveis hierárquicos dentro de uma organização servem para transmitir a cultura da empresa aos subordinados. Da mesma forma que um Diretor de teatro leva o sentimento do Autor aos Atores, um gestor corporativo é responsável por transmitir os valores e a visão da empresa aos seus comandados.

#3 Gestores precisam enxergar a periferia

Os gestores precisam ver o quadro completo, por isso sempre recomendo interagir com outros setores, conversar com seus “pares” dentro da organização. Eu chamo a isso de “visão de helicóptero”. Se os seus subordinados estão dentro de um labirinto e você ficar com eles no chão, só vai enxergar paredes ao seu redor. Suba três andares e verá muito mais claramente a saída.

#4 Bons atores são metade do caminho andado

Da mesma forma que no teatro bons atores são “metade do caminho andado”, nas empresas, bons profissionais são metade do resultado garantido. Procure trabalhar com as melhores pessoas que puder.

#5 Talento é importante, mas caráter é fundamental.

Atores “estrela” que não sabem passar a bola no momento certo, atrapalham em vez de ajudar. Bons profissionais são importantes, mas precisam saber trabalhar em equipe e compartilhar os valores da organização.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *