Thereza Assunção, gerente de Recursos Humanos, conta sobre o projeto Trocando Ideias em matéria para o Portal RH

Nasajon_10374

O investimento contínuo nos profissionais tonou-se essencial para que uma organização seja competitiva, antecipe-se às necessidades do mercado e apresente uma gestão que atenda tanto os seus interesses quanto dos talentos que formam seu time. E quando paramos para observar como as empresas têm se comportado no quesito “desenvolvimento de líderes”, existe uma percepção de que cada companhia procura adaptar ferramentas às suas respectivas culturas organizacionais. Afinal, isso irá assegurar um retorno muito mais expressivo em cada ação implantada.

Na Nasajon Sistemas – empresa que atua no desenvolvimento de softwares e que atua em todo o Brasil – o desenvolvimento dos líderes ganhou reforço há dois anos, ocasião em que foi lançado o Programa Trocando Ideias – iniciativa direcionada para atender a diretores, gerentes e supervisores, e que surgiu a partir do momento em que a organização sentiu a necessidade de ter executivos mais atualizados e que apresentassem uma maior interação com seus pares.

De acordo com Thereza Assunção, gerente de Recursos Humanos da Nasajon Sistemas, o Programa Trocando Ideias foi idealizado e operacionalizado exclusivamente pela área de RH da corporação. Para divulgar a iniciativa, a área de RH realizou uma programação para que o público-alvo fosse atendido com eficácia. “Primeiramente, durante a realização de uma reunião de Conselho, divulgamos o projeto que seria desenvolvido ao longo do ano. Na sequência, marcamos uma data com o grupo de gestão para lançamento do projeto. Na oportunidade do lançamento do projeto, realizamos o sorteio das datas de apresentação e dos temas que seriam trabalhados junto aos líderes. Divulgamos o cronograma e a partir daí iniciamos o projeto”, sintetiza a executiva.

Vale salientar que a gerente de RH menciona que inicialmente, foram observados alguns pontos de resistências. Ela confessa que não sabe se isso aconteceu por levar as pessoas a saírem da zona de conforto. “Também pode ter ocorrido porque demos mais uma responsabilidade, tomamos mais uma fatia do seu tempo, fizemos com que as pessoas com dificuldade de oratória ou exposição pública se superassem. A solução veio com a persistência, a motivação e o apoio que a equipe envolvida do RH dá a todos durante todo o projeto. Nunca ninguém deixou de fazer a sua parte”, enfatiza, ao acrescentar que .

TROCANDO IDEIAS – O Programa Trocando Ideias possui a característica da praticidade, até porque os líderes estão envolvidos em ações que exigem constante movimentação. Na prática, a iniciativa possui duração de um ano e participam líderes de todos os setores que estão no primeiro cargo de gestão. São promovidos encontros quinzenais para que os gestores possam trocar ideias e conversarem sobe o cotidiano de seus times. É importante ressaltar que todos precisam fazer uma apresentação de um projeto que é avaliado pelos demais participantes.

O Trocando Ideias apresenta o seguinte escopo:
– Inicialmente, o palestrante (no caso um gestor participante do programa) faz uma apresentação sobre o conteúdo do tema que será trabalhado pelas lideranças.
– É realizada uma dinâmica (com apoio do RH) sobre o tema com o grupo participante.
– Os líderes são incentivados a participarem de um debate sobre a apresentação, a dinâmica realizada e o tema debatido.
– É levado para o grupo de líderes um “case” ou um “artigo” sobre o tema desenvolvido. Uma cópia sempre é entregue para que cada pessoa possa ler e a avaliação desse conteúdo é feita no encontro seguinte.
– Sempre é realizada uma indicação de um livro sobre o tema. Vale destacar que o exemplar será comprado pelo RH e entregue a quem o palestrante determinar.

“A cada apresentação, todo participante dá notas de um a dez aos itens que precisam ser avaliados, tais como: Modernidade do tema; Entendimento do tema; Domínio e qualidade da apresentação; Qualidade e coerência do artigo ou case; Qualidade e entrosamento do grupo no debate; Condução da apresentação; Condução da dinâmica; Qualidade na comunicação; Segurança postural; Controle do tempo; Atratividade e outros. No final do ano, as notas são computadas e saem três líderes-vencedores no geral e o vencedor de cada quesito avaliado”, explica a gerente de RH da Nasajon, quando indagada sobre os mecanismos que são utilizados para avaliar o resultados do Programa Trocando Ideias.

BENEFÍCIOS – Depois que o Programa Trocando Ideias foi instituído, a empresa observou que a iniciativa gerou benefícios. Dentre esses, podem ser destacados: o aumento do engajamento das lideranças; crescimento do conhecimento dos participantes e mudanças positivas de comportamento. Thereza Assunção explica ainda, que a área de RH procura incentivar a disseminação do conteúdo aos demais colaboradores da empresa. “Passamos a contar com mais um mecanismo de desenvolvimento e qualificação que ajuda nossos talentos na evolução pessoal e profissional. Além disso, com certeza, os líderes saem mais atualizados e desenvolvidos. Percebemos, também, uma grande satisfação e a maioria dos participantes reage com empenho, alegria, dedicação e interesse. É bom ressaltar que o número de faltas às atividades do Programa Trocando Ideias é mínimo”, conclui a gerente de RH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *