Como e porquê fazer networking nas redes sociais

networking (1)

Networking é a palavra em inglês que indica a capacidade de firmar uma rede de contatos e conexões com pessoas de interesse em comum. A sua prática é essencial para fortalecer relacionamentos com influenciadores, colegas de trabalho e qualquer perfil que venha a acrescentar na sua trajetória profissional.

Para que o seu networking seja eficiente, alguns cuidados devem ser tomados ao conectar-se com outros profissionais. Por exemplo, não adianta adicionar muita gente no LinkedIn e Facebook sem alguma estratégia, “atirar para todos os lados” ou distribuir seu cartão de visitas para qualquer pessoa. O gerenciamento de uma boa rede de contatos consiste na qualidade de suas interações e não na sua quantidade.

Por isso, deve-se focar tempo e atenção em fazer conexões com pessoas que possuem um potencial para um futuro relacionamento, como possíveis fornecedores, investidores, parceiros, sócios e funcionários.

Para te ajudar a ter um networking eficaz, separamos algumas dicas da Revista Exame:

  1. Admita que é importante

A primeira coisa é se conformar: ter uma boa rede de contatos faz a diferença e abre portas para movimentações. Além disso, conversar com pessoas de sua área ajuda a se manter informado sobre como anda o mercado em várias empresas — e a descobrir se uma vaga interessante está aberta.

  1. Despiste o constrangimento

O networking é uma batalha para quem tem vergonha. Quando for impossível fugir do desconforto, deixe as situações o menos constrangedoras possível.

  1. Timidez não é defeito

Não tenha receio de parecer pouco conhecido, muito menos de não estar entre os mais falantes. Mantenha os contatos sempre ativos para que exista de fato uma conexão.

  1. Crie coragem

Enfrente seus medos e prepare-se para as novidades. “A negativa já é garantida quando você não tenta”, diz Mauricio Cardoso, fundador do Clube doNetworking, do Rio de Janeiro, que ajuda pessoas a desenvolver a técnica. Fale pessoalmente.

  1. Vá devagar

Um bom networking pode ser iniciado até com os amigos dos amigos. Dessa forma, você fica mais confortável ao não se sentir abandonado em um ambiente cheio de anônimos.

  1. Mostre seu valor

Na medida do possível, deixe seus interesses claros. Antes disso, dedique algum tempo a entender quais são seus pontos fortes e o que você pode oferecer às outras pessoas. Quando há troca de informações e a certeza de que um está disponível para ajudar o outro, o contato se fortalece.

  1. Tenha disciplina

Uma lista de contatos valiosa não cairá do céu, embora possa ser cultivada aos poucos e com pequenos passos. Uma vez estabelecida, tende a se estender com o passar do tempo. Dependerá de seu empenho em manter o relacionamento com as pessoas-chave para que sua rede continue fortalecida.

  1. Encare como parte do trabalho

Recorrer a uma pessoa fora de seu círculo de trabalho não é errado. Se seu objetivo estiver claro e a informação a dividir não for sigilosa, não haverá problema nenhum em conversar sobre o assunto e pedir conselho a uma pessoa que você admire — mesmo sem existir, ainda, um vínculo próximo.

  1. Ouça mais

Quando for se encontrar com alguém pela primeira vez ou se apresentar a um contato em um evento, tente ouvir mais do que falar. Formule, de antemão, algumas perguntas que você gostaria de fazer. Isso vai demonstrar seu interesse e ajudá-lo a colher informações para os próximos encontros.