Sefaz-SP mantém emissor gratuito de NF-e até julho de 2017 e Sebrae assume

novidadefimdoemissor

Em nota publicada em seu portal, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo divulgou nova parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), que manterá o emissor gratuito de NF-e em funcionamento.

Com tantas novidades, o fato é que o emissor não só será continuado como contará com duas opções: o da Sefaz-MA e o do Sebrae, a partir de julho de 2017.

Confira abaixo a nota oficial publicada no site da Sefaz-SP

Secretaria da Fazenda faz parceria para que o Sebrae ofereça emissores gratuitos

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo firmou parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para atender uma parcela de contribuintes que ainda utiliza os emissores gratuitos de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e). A Fazenda irá transferir ao Sebrae a solução gratuita e, a partir de julho de 2017, a instituição passará a disponibilizar e atualizar as versões do aplicativo para as empresas. Até essa data a Fazenda paulista manterá o aplicativo em funcionamento.

Além do Sebrae, a Secretaria da Fazenda do Maranhão também oferecerá o serviço gratuito, a partir do código fonte cedido ao governo maranhense pela Fazenda paulista.

A Secretaria da Fazenda identificou que a procura ao emissor do fisco deve diminuir por conta do crescimento da oferta de soluções de emissores gratuitos em versões básicas por vários fornecedores do mercado, além de outros programas que podem ser incorporados ou personalizados aos sistemas internos dos contribuintes.

O acompanhamento permanente da Fazenda permitiu verificar que, com a gradual adesão das empresas a outros sistemas, a maioria dos documentos fiscais eletrônicos não são mais emitidos pelo emissor gratuito oferecido pela Secretaria. Do total de NF-es processadas pela Fazenda, 93,3% das emissões são feitas por softwares próprios dos contribuintes. No caso do CT-e, o número é ainda maior: 97,4% dos documentos são gerados por emissores próprios. Nesse sentido, desde abril de 2016 o Fisco Paulista vem alertando sobre a descontinuidade dos aplicativos gratuitos aos contribuintes.

Fonte: Sefaz-SP

A descontinuidade do emissor gratuito criado e mantido pela Sefaz-SP há 10 anos foi anunciada em abril de 2016 e desde então os usuários buscavam novas soluções até que, na última semana de 2016, a Sefaz-MA noticiou que o manteria atualizado. A novidade ainda ganhava espaço nas manchetes quando a Sefaz-SP anunciou, no dia 3 de janeiro, uma parceria com a Sebrae para a continuidade do aplicativo.

E qual é a solução que a Nasajon Sistemas oferece?

O software Estoque SQL. A solução permite a emissão da NF-e e é a oportunidade de melhorar toda a rotina da sua empresa, muito além da emissão de nota fiscal. Entenda a diferença entre o Estoque SQL e outros emissores de NFe.