7 Dicas para eliminar o estresse da rotina

Dicas para eliminar o estresse da rotina

A sua rotina de trabalho não precisa ser estressante! Apesar de toda a correria do dia a dia, você pode manter uma rotina que minimize a ansiedade e a exaustão no ambiente de trabalho. Como?

A resposta não é única. A CEO e co-fundadora da Love Mondays, uma das maiores comunidades de Carreira do Brasil, listou algumas atitudes a serem tomadas para aliviar a tensão do trabalho e eliminar o estresse da sua rotina:

1 – Contribua para um ambiente harmonioso

“Geralmente o estresse vem de relacionamentos”, pontua Luciana. É claro que as tarefas do dia a dia também contribuem para a tensão no ambiente de trabalho, mas quando o clima é bom, tudo fica mais fácil.

Confira algumas dicas da especialista para buscar o equilíbrio nessa área:

  • Crie bons relacionamentos com seus colegas e chefes.
  • Invista em conhecer seus colegas e assim criar um ambiente harmonioso.
  • Tenha empatia: saiba se colocar no lugar das pessoas, entenda que a sua visão nem sempre é a correta e que existem outros pontos de vista.
  • Demonstre interesse pelas pessoas, enxergando-as como seres humanos (que podem falhar!).
  • Colabore: quando você ajuda as pessoas, é natural que elas também queiram ajudar você.

2 – Priorize suas tarefas

Está se sentindo sobrecarregado? Então o primeiro passo é aprender a priorizar suas tarefas. “Um bom jeito de fazer isso é pensar ‘o que só eu posso fazer’ e o que é possível pedir ajuda para um colega ou delegar para outra pessoa”, diz Luciana.

Se ainda assim a carga de trabalho estiver excessiva, fale com o seu gestor. “A gente tende a querer esconder e falar que vai dar conta, nunca dizer não. No fim, a pessoa se encontra numa situação em que não vê saída”. Luciana recomenda se comunicar claramente: explicar que a demanda é maior do que você esperava, mais trabalhosa ou complexa. “Exponha isso de uma maneira que seja bem recebida e faça a negociação de prazos e recursos.”

Há profissões em que é comum ficar até mais tarde no escritório, mas fazer isso sempre leva ao esgotamento. Luciana aconselha “moderar e gerenciar sono e momentos de descanso para tomar decisões melhores, ser mais produtivo, ser um líder muito melhor. O descanso é tão importante quanto o trabalho!”

Para aqueles momentos em que é inevitável virar uma noite ou esticar o expediente por dias seguidos, a dica é saber o seu limite e identificar quando você deixou de ser produtivo. Descanse e volte quando estiver com as energias renovadas – você vai recuperar esse tempo.

3 – Entenda como você funciona

Há quem seja mais produtivo pela manhã, outros só começam a “engrenar” depois do almoço. Tem aquelas pessoas que não conseguem se concentrar quando tem barulho ao redor, outras precisam conversar e estar em um ambiente movimentado para produzirem.

A recomendação aqui é entender como você funciona e agir de acordo, seja buscando um local mais quieto para trabalhar ou trocar ideias com os colegas.

Arejar a cabeça é uma dica que vale para todos. “Geralmente pausas e momentos de descontração, como sair para almoçar ou fazer uma caminhada, deixam a mente mais livre e acaba surgindo a solução.”

4 – Corpo são, mente sã

Não é segredo para ninguém que praticar um exercício físico regularmente faz toda a diferença na concentração, saúde e desempenho. Mas você não deve simplesmente adotar a corrida de rua ou uma academia de musculação só porque dá certo para outro colega. Luciana orienta a buscar uma atividade da qual você goste: “Não tem uma receita secreta para o que dá certo – o segredo é a pessoa se conhecer.” Encontrar um exercício físico que seja prazeroso tem um bônus. “Você relaxa e, portanto, se concentra melhor no que vai fazer”, explica.

Uma alimentação saudável também ajuda a ficar mais leve. Ao evitar comidas pesadas demais você não fica com aquela vontade de tirar uma soneca e vai se sentir mais produtivo.

5 – Não exagere no café

A cafeína tem efeito estimulante e geralmente é associada à produtividade, mas Luciana alerta que o café em excesso tem efeito contrário – a pessoa fica cansada e não consegue mais manter o seu ritmo. Por isso, tenha moderação!

6 – Lidando com o trânsito

O deslocamento casa-escritório e escritório-casa pode ser uma grande fonte de estresse – que o diga quem mora em cidades com mobilidade complicada. Uma saída é usar o transporte público, mas nem sempre isso é possível.

De qualquer maneira, seja usando seu próprio carro ou no transporte coletivo, Luciana recomenda usar esse tempo para relaxar: ouvir música, um áudio-livro ou podcast, por exemplo.

7 – Como desestressar em casa

Parece óbvio (e é!), mas nem todo mundo usa o tempo fora do escritório para recarregar as baterias. Há quem se encha de atividades e obrigações familiares, ou mesmo arraste problemas e preocupações para o final de semana. Confira algumas dicas para relaxar:

  • Evite acumular pendências e resolver muitas tarefas nos seus dias de folga.
  • Crie momentos de silêncio para limpar sua mente.
  • Saia do sofá! Dê um passeio, conheça novos lugares, movimente seu corpo.
  • Experimente mudar seus hábitos – não faça sempre as mesmas coisas ao chegar em casa.
  • Encontre e faça pequenas atividades que lhe tragam bem-estar.


Fonte: Guia da Carreira