Implemente processos eficientes na sua empresa e reduza o peso dos impostos - Gestão e Negócios com Claudio Nasajon - Blog Nasajon

Implemente processos eficientes na sua empresa e reduza o peso dos impostos – Gestão e Negócios com Claudio Nasajon

Eu não sei você, mas EU não acredito numa reforma tributária (pelo menos no curto prazo).

Por isso, decidi implementar na minha empresa alguns processos que me ajudaram a diminuir o peso desse item no orçamento.

Vamos combinar: atender às normas fiscais e tributárias lançadas pelo governo brasileiro quase diariamente é um desafio.

O Brasil ocupa hoje o lamentável segundo lugar no Índice de Complexidade Financeira 2018 da TMF Group.

E o problema não está só na quantidade ou na velocidade com que essas normas são geradas, mas também na falta de consistência entre elas.

Por exemplo: há um consenso de que o ISS é devido “no município em que o serviço é prestado”, mas isso não basta porque há controvérsias sobre o que é serviço prestado.

Por exemplo, eu desenvolvo o software no Rio de Janeiro, então o fisco carioca diz que isso configura a prestação de serviço e quer cobrar o imposto. Mas, quando eu vendo para um cliente em São Paulo, o fisco paulista também quer cobrar o mesmo imposto alegando que o que conta mesmo é o “local da implantação”.

A nossa saída para evitar a dupla tributação foi detalhar nas notas fiscais, as várias etapas do serviço e aí pagamos o tributo no local correspondente a cada um.

Só que esse é um processo trabalhoso e, por isso, ter um sistema que converse automaticamente com esses diversos padrões é muito importante.

Ainda, como muitas normas são conflitantes entre si, precisamos, além de conhecer a lei, avaliar qual é a interpretação mais adequada para cada caso, e na Nasajon, nós temos um time só para isso. Acionamos a nossa tropa de consultores, advogados, contadores e outros para esclarecer se determinada solicitação de cliente procede ou, se ela vai de encontro à lei.

Claro que para nós seria mais fácil deixar o programa fazer do jeito que cada um quisesse, mas isso deixaria o sistema mais frágil. E nós somos a Nasajon, o nosso lema é “software de confiança”.

Em suma: a nossa estratégia de redução de tributos baseia-se em três pilares:

ter um software integrado. O nosso sistema ERP realiza automaticamente operações complexas como a separação dos diversos tipos de produtos e serviços na nota, análise da melhor conveniência tributária, entre outras;

fazer um planejamento tributário. Nós estudamos os tributos que incidem em cada atividade e mantém um controle detalhado das finanças da empresa, o que nos permite implementar estratégias (lícitas) de redução de impostos;

e a aplicação da Reforma Trabalhista. As despesas de pessoal sempre são significativas, independente do setor. Em nosso caso, por exemplo, passam dos 60% do custo operacional. Com a reforma trabalhista foram liberadas situações como a remuneração por produtividade, a demissão consensual, o trabalho temporário… tudo isso permite reduzir os encargos sobre salários, mas exige um conhecimento mais profundo da legislação e ferramentas adequadas para controlar a maior complexidade dessas novas operações.

Para isso, criamos uma área de cursos de atualização sobre a reforma trabalhista na nossa unidade educacional, só para manter os clientes antenados com essas e outras vantagens que você pode conhecer melhor aqui.

Concluindo: os impostos estão aí e precisam ser pagos para manter o país funcionando, mas com um software adequado, planejamento consistente e conhecimento atualizado das normas, você pode reduzir significativamente as despesas tributárias.

A propósito: se quiser conhecer o ERP Nasajon, basta clicar no botão laranja “Solicitar demonstração” e alguém do meu time vai ligar para combinar uma demonstração sem compromisso.

Além disso, se quiser saber mais sobre o assunto discutido nesse artigo, clique aqui que te conto! E se quiser conversar ao vivo comigo, inscreva-se para participar da Conversa Empresarial que eu realizo todas as quartas-feiras às 21h. Basta deixar seus dados no meu site: claudionasajon.com.br

Até a próxima!